top of page

Rachel Carson: uma mulher que mudou a história



Nascida em 27 de maio de 1907, Rachel Carson trabalhou durante muitos anos como bióloga marinha no Serviço de Peixes e Vida Selvagem dos Estados Unidos. Durante este tempo, escrevia manuscritos e livros sobre o mar de uma forma totalmente diferente, unindo Ciência e Romance. Sua linguagem poética e popular transformou alguns de seus livros em best-sellers, como O mar que nos cerca, que lhe conferiu o título de a escritora de Ciências mais respeitada dos Estados Unidos na época.



Porém, foi com Primavera Silenciosa que Rachel tornou-se conhecida mundialmente. Escrito em 1962, o livro foi pioneiro nas denúncias, com evidências científicas, dos efeitos maléficos e persistentes causados pelos agrotóxicos nos EUA, sobretudo o DDT, altamente cancerígeno. Rachel foi tão criticada na época, quanto Darwin quando escreveu A origem das espécies. Dez anos depois, as autoridades finalmente reconheceram as investigações de Rachel e o DDT foi banido do país. Este livro inspirou diversos documentários e promoveu mudanças nas leis ambientais em todo o mundo, fortalecendo todo movimento ambientalista. Em 2000, foi considerado pela Escola de Jornalismo de Nova York uma das maiores reportagens investigativas do século XX.



Ironicamente, Rachel faleceu em 1964, aos 57 anos, de câncer...


Fonte: Prefácio do livro Primavera Silenciosa - 1962.

 

Comments


bottom of page