top of page

Curiosidade animal: Mico-de-cheiro



E para comemorar o dia da #Amazônia, 5 de setembro, trouxemos uma curiosidade animal com este bichinho super simpático que ocorre no bioma, o mico-de-cheiro (Saimiri sciureus). Também conhecido como macaco-de-cheiro, capijuba, mão-de-ouro ou boca-preta possui estes nomes devido a sua coloração e hábito de higiene.







Este primata de pequeno porte (cerca de 40 cm de comprimento com a cauda) apresenta o hábito de higiene um tanto peculiar. Frequentemente, urina na própria cauda como uma forma de manter-se limpo, garantir a comunicação e demarcar o território contra predadores. Seu "aroma" é bem característico. Apesar de viver em bando, prefere pentear os próprios pelos sem a ajuda de outros membros do grupo.






Habitante de região amazônica, sua alimentação inclui frutos, flores, insetos e até filhotes de aves. Ocorre comumente em florestas ripárias, florestas secundárias, restingas e manguezais dos estados do Amazonas, Roraima, Amapá, Pará e Maranhão. A espécie já manifesta adaptações a ambientes perturbados, podendo conviver em áreas florestais próximas de urbanizações e de mineração.












Mesmo incluído como Pouco Preocupante (LC) nas listas da IUCN e do ICMBio, o mico-de-cheiro sofre com a perda do habitat em razão do desmatamento, mineração e da implantação de hidrelétricas. Ao longo dos anos, as populações têm sido afetadas e com tendência ao declínio.


Fonte: ICMBio/ Portal Terra da Gente.





Comments


bottom of page