top of page

Dia do Controle da Poluição Industrial


Um estudo conduzido por cientistas da Universidade de Aberdeen, na Escócia, identificaram altos níveis de poluição antropogênica em duas fossas oceânicas mais profundas da Terra, a fossa das Marianas (cerca de 11km de profundidade) e a fossa de Kermadec, ambas no oceano Pacífico.

Amostras de tecidos gordurosos de anfípodas continham níveis elevados de poluentes orgânicos persistentes (POPs), sobretudo bifenilos policlorados (PCBs) e difenil éteres polibromados (PBDEs), poluentes altamente tóxicos que levam muito tempo para se decompor e se espalham a longas distâncias pelo mar e pelo ar. O nível de contaminação foi até 50 vezes maior do que o encontrado em caranguejos de rios fortemente poluídos.

As análises ambientais demonstraram a forte bioacumulação da poluição antropogênica e a onipresença de poluentes nos oceanos e em zonas mesmo muito distantes da fonte de poluição.

Fonte: Jamieson et al., 2017. Bioaccumulation of persistent organic pollutants in the deepest ocean fauna. Nature.

 

bottom of page